Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Hipnose

Conceito de Hipnose:

É um estado alterado de consciência (EAC), caracterizado por intensa concentração de atenção num estímulo determinado, diminuição da atenção periférica e do ritmo cerebral. É geralmente induzido por uma estimulação repetitiva, débil e monótona.

Propicia uma aprendizagem rápida e eficaz, em relação ao que acontece no estado normal de vigília.

Acontece frequentemente de modo natural e espontâneo, todas as vezes que ocorre uma grande concentração em determinada estimulação, em detrimento da atenção periférica. Ex: momentos nos quais os motoristas percebem que andaram um grande percurso e não tem consciência do que aconteceu. Isso geralmente se dá em estradas com baixo trânsito e monótonas.

Hipnose:

A hipnose é uma técnica simples, em que o paciente não dorme, não perde os sentidos, não fica sujeito totalmente à vontade do terapeuta. Através da hipnose temos acesso aos recursos não conscientes que sempre estiveram ao dispor do paciente, mas que nunca foram por ele utilizados para sua própria cura fisiológica ou emocional.

Os tratamentos através da hipnose, proporcionam melhoras gradativas e, às vezes, imediatas, com custos e prazos bem menores do que os exigidos por outras técnicas terapêuticas. Nos países de primeiro mundo a utilização da hipnose como recurso terapêutico é um fato e está ganhando mais e mais adeptos, a cada dia que passa.

O uso da hipnose não tem contra indicações, não causa dependências, não tem efeitos colaterais, não agride nem desvirtua a vontade do paciente.

Sob hipnose o paciente jamais cometerá atos que de alguma forma afrontem sua moral, sua dignidade ou sua disposição pessoal.

Hipnose Clínica:

É o uso para fins terapêuticos, visando o bem estar dos pacientes atendidos. Ex: atendimento de clientes com fobias, aversões, ansiedade, dores, vícios, depressão, etc…

Regressão de memória:

Nesta modalidade o paciente é levado a entrar em contato com lembranças antigas, que tanto podem se referir a esta existência, ou a outras, conforme parecem ser a ele. Assim, liberando a carga emocional reprimida dessas experiências passadas, extingue as emoções perturbadas, podendo fazer mudanças em sua conduta. Ex. terapia de regressão trazendo lembranças da infância ou de fatos traumáticos de vidas anteriores, para a solução dos problemas emocionais.

Uso auxiliar na medicina e odontologia:

Pode ser utilizada para alívio de dores em geral e anestesia pré-cirúrgica. Ex. pacientes com hipersensibilidade a anestésicos.

Auto hipnose:

Nesta forma o indivíduo aprende a fazer o uso de técnicas de indução hipnótica em si mesmo, para poder promover algumas mudanças comportamentais que necessita. Ex: disposição de falar em público, trabalhar, etc… É um ótimo coadjuvante na psicoterapia.

Treinamento Desportivo:

Na área desportiva, utilizam-se métodos hipnóticos, para dar um preparo maior para os esportistas, principalmente aos de alta performance. Ex: treino mental de habilidades, diminuição da ansiedade, eliminação do medo e outros objetivos do gênero.

Procedimentos:

Pode ser dividido segundo seus objetivos:

  1. Relaxamento profundo: Neste procedimento o paciente aprende a relaxar e a enfrentar melhor o seu estresse e as tensões diárias. Há um número considerável de técnicas, que podem ser aprendidas e utilizadas conforme as necessidades de cada um. A visualização, sugestão, descontração progressiva e programação linguística, são alguns dos processos que servem ao treino de relaxamento, feito junto aqueles pacientes que são normalmente muito tensos e que se beneficiam com esta forma de tratamento. O nível de profundidade pode variar de uma sessão para outra, sendo que, normalmente ocorre dentro do nível hipnoidal.
  2. Hipnagogia: Nesta modalidade de tratamento por hipnose, o paciente é levado a aprender a perceber melhor e a desenvolver determinadas atitudes, que venham a beneficiá-lo. É feito, antes, um trabalho no sentido de que tenha insight´s, que o ajudem a modificar alguns de seus pensamentos, sentimentos e comportamentos e, depois, em estado hipnótico, aprenda mais rapidamente novos padrões psicológicos.
  3. Hipnose regressiva: Este outro tipo de atendimento tem dado ótimos resultados, ajudando muitas pessoas a suplantarem suas dificuldades psíquicas. O cliente recorda-se dos eventos traumáticos do passado, extinguindo as emoções perturbadoras equivalentes e modificando as suas disposições, no sentido de uma maior saúde mental. Várias alterações mentais e psicossomáticas são eliminadas, com o uso correto de suas técnicas.
  4. Dessensibilização sistemática: Muitos indivíduos sentem medo ou ansiedade frente a determinadas situações, objetos, animais ou pessoas. Este método permite-lhes aprender a se tranquilizarem frente ao que lhes perturba e, então, vive melhor. O paciente fica neste caso profundamente relaxado e imagina as cenas amedrontadoras ou angustiantes, até que possa ficar tranquilo e sereno, frente aos estímulos que antes lhe causavam estresse e, então, na situação real tende a reagir do mesmo modo.

Hipnose e paranormalidade:

Pesquisas: Tem sido usada com frequência nas investigações experimentais da percepção extra-sensorial, ou seja, as da telepatia, clarividência, précognição e retrocognição. Das experiências fora do corpo ou projeções da consciência. E as da memória extra cerebral ou reencarnação.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.